>Um Cachorro Genial

>

Um açougueiro estava tomando conta de sua loja e ficou realmente surpreso quando um cachorro entrou.
Espantou o cachorro, mas logo em seguida o cachorro voltou.
Novamente tentou espantar o cachorro, quando percebeu que o cachorro trazia um bilhete na boca.
Pegou o bilhete e leu:
“Pode me mandar12 salsichas e uma perna de carneiro, por favor!”.
Olhou e viu que dentro da boca do cachorro tinha uma nota de 50 reais.
Então pegou o dinheiro e pôs as salsichas e a perna de carneiro em uma sacola e na boca do cachorro.
O açougueiro ficou muito impressionado e como já era mesmo hora de fechar o açougue, decidiu fechar e seguir o cachorro.
E foi o que fez.
O cachorro começou a descer a rua e quando chegou a um cruzamento, depositou a bolsa no chão pulou e apertou o botão para fechar o sinal.
Então esperou pacientemente com a sacola na boca que o sinal fechasse e ele pudesse atravessar.
Atravessou a rua e caminhou até uma parada de ônibus, com o açougueiro seguindo-o.
No ponto de ônibus o cão olhou para a tabela de horários e sentou no banco para esperar o ônibus.
Quando o ônibus chegou o cachorro foi até a frente para conferir o número, viu que aquele era o ônibus certo e entrou.
O açougueiro boquiaberto seguiu o cão.
De repente ocão se levantou ficou em pé nas duas patas traseiras e apertou o botão para saltar, tudo isso com as compras ainda na boca.
Bem, o açougueiro e o cão foram caminhando pela rua até que o cão parou em frente a uma casa e depositou as compras na calçada.
Então voltou um pouco, correu e se atirou contra a porta.
Tornou a fazer isso várias vezes.
Ninguém respondeu na casa.
Assim, o cachorro circundou a casa, pulou um muro baixo, foi até uma janela e começou a bater com a cabeça no vidro várias vezes.
Caminhou de volta atéa frente da casa onde um homenzarrão enorme abriu a porta e começou a espancar o cachorro.
O açougueiro correu até o homem e o impediu dizendo:
“Por Deus do céu homem, o que você está fazendo?
O seu cachorro é um gênio”.
O homem respondeu:
“Um gênio? Esta já é a segunda vez esta semana que este cachorro estúpido esquece a chave!!!”.

Moral da estória:
Quando estamos ligados às pessoas erradas, podemos continuar nos esforçando para ajudar e agradar, podemos até exceder as expectativas mais comuns, mas infelizmente, aos olhos de algumas pessoas insensíveis, isto estará sempre abaixo do esperado…

16 comentários

  1. Unknown man said,

    Novembro 12, 2009 às 10:03 am

    >Julimar,Que belo conto.Preocupamos tanto em agradar os outros e esquecemos de nos agradar. Com carinho,

  2. Novembro 12, 2009 às 12:43 pm

    >Oi amigo UmanAchei uma forma divertida de refletirmos sobre assunto tão importante que é o relacionamento com o outro. Quantas vezes esperamos respostas por aquilo que fazemos com amor, dedicação, prazer… e não obtemos a resposta desejada.Um grande beijoJulimar

  3. Sylvia said,

    Novembro 12, 2009 às 3:27 pm

    >Que grande historia! Esse cachorro e do outro mundo! LOL

  4. Novembro 12, 2009 às 4:22 pm

    >Oi Sylvialinda estória realmente, nos leva a grandes reflexões.beijos e obrigada pela visitaJulimar

  5. angela said,

    Novembro 12, 2009 às 11:40 pm

    >Perfeita…beijos

  6. Novembro 13, 2009 às 1:35 am

    >JulimarEsse conto é de grande valia, ao nivel de desperdício de tempo com certas pessoas.Existem pessoas que não vela a pena gastar nosso tempo. Tudo que fazemos é POUCO para essas pessoas.Eu digo isso, por experiência vivida.Fazer o que?????????????Só sair fora, risos.Beijinhos com luzes e cores

  7. Novembro 13, 2009 às 7:39 am

    >Oi AngelaObrigada pelo seu carinho queridaBeijinhosJulimar

  8. Novembro 13, 2009 às 7:41 am

    >Oi querida Normaacredito que muito de nós já passamos por situações semelhantes. Investimos, nos doamos e percebemos que não valia dispensar mais nosso tempo . Mas vale a experiência.BeijosJulimar

  9. Unknown man said,

    Novembro 13, 2009 às 9:31 am

    >JulimarTem um selo prá você no meu bloguinho.Quando quiser, passa lá!!!Com carinho,Uman

  10. Maria José said,

    Novembro 13, 2009 às 10:28 am

    >Julimar. Quando nos preocupamos em agradar os outros, esquecemo-nos de nós mesmos e perdemos a nossa essência.Estou te oferecendo o Selo Blog Instigante. Passa lá para pegá-lo. É dado de coração.

  11. Novembro 13, 2009 às 11:37 am

    >Oi UmanObrigada pelo carinho de semprebeijosjulimar

  12. Novembro 13, 2009 às 11:39 am

    >Oi Maria JoséQuantos ensinamentos a vida nos propõe, basta que estejamos abertos a este aprendizado.Obrigada pelo seu carinhobeijosjulimar

  13. Novembro 13, 2009 às 4:21 pm

    >Adorei o conto…isso serve como lição para pessoas perfeccionistas também, para pararem de se exigir tanto e viver a vida com mais leveza.

  14. Novembro 13, 2009 às 5:36 pm

    >Oi querida obrigada pela sua visita e pelo seu carinhoUm bom fim de semanabeijosjulimar

  15. Novembro 14, 2009 às 12:28 pm

    >Excelente história. Existem muitos casos desses. Beijinhos

  16. Novembro 16, 2009 às 9:10 am

    >Oi queridaRealmente existem muitos casos como este. Acredito que até nós já tivemos a oportunidade de passarmos por situações semelhantesObrigada pela sua visitaBeijosJulimar


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: