>Declaro-me Vivo

>

Saboreio cada momento.
Antigamente me preocupava quando os outros falavam mal de mim.
Então fazia o que os outros queriam,e a minha consciência me censurava.
Entretanto, apesar do meu esforço para ser bem educado, alguém sempre me difamava.
Como agradeço a essas pessoas, que me ensinaram que a vida é apenas um cenário!
Desse momento em diante, atrevo-me a ser como sou.
A árvore anciã me ensinou que somos todos iguais.
Sou guerreiro: a minha espada é o amor, o meu escudo é o humor, o meu espaço é a coerência, o meu texto é a liberdade.

Perdoem-me, se a minha felicidade é insuportável, mas não escolhi o bom senso comum. Prefiro a imaginação dos indios, que tem embutida a inocência.
É possível que tenhamos que ser apenas humanos.
Sem Amor nada tem sentido, sem Amor estamos perdidos, sem Amor corremos de novo o risco de estarmos caminhando de costas para a luz.

Por esta razão é muito importante que apenas o Amor inspire as nossas ações.

Anseio que descubras a mensagem por detrás das palavras; não sou um sábio, sou apenas um ser apaixonado pela vida.
A melhor forma de despertar é deixando de questionar se nossas ações incomodam aqueles que dormem ao nosso lado.
A chegada não importa, o caminho e a meta são a mesma coisa.

Não precisamos correr para algum lugar,apenas dar cada passo com plena consciência.
Quando somos maiores que aquilo que fazemos, nada pode nos desequilibrar.

Porém, quando permitimos que as coisas sejam maiores do que nós, o nosso desequilíbrio está garantido.

É possível que sejemos apenas água fluindo; o caminho terá que ser feito por nós.

Porém, não permitas que o leito escravize o rio, ou então, em vez de um caminho, terás um cárcere.

Amo a minha loucura que me vacina contra a estupidez.
Amo o amor que me imuniza contra a infelicidadeque prolifera, infectando almas e atrofiando corações.
As pessoas estão tão acostumadas com a infelicidade, que a sensação de felicidade lhes parece estranha
As pessoas estão tão reprimidas, que a ternura espontânea as incomoda, e o amor lhes inspira desconfiança.
A vida é um cântico à beleza, uma chamada à transparência.
Peço-lhes perdão, mas….

DECLARO-ME VIVO!
Chamalú. Indio Quechua

Os quíchuas (quéchuas) representam o povo aborígene americano, de raça andina que ajudou a fundar nos altiplanos do Peru e da Bolívia, o império dos incas. Atualmente, os quíchuas perderam a antiga proeminência, conservando-se como simples agricultores e pastores, vivendo em condições quase de miserabilidade.

35 comentários

  1. Cris Tarcia said,

    Novembro 19, 2009 às 7:36 pm

    >Olá, Julimar!O texto é maravilhoso e casa perfeitamente com as fotos, é verdade muitas pessoas estão perdendo a ternura, isso é triste, o sentido de caminhar nesse mundo, tanta coisa para pensar com esse texto.Um abraço e uma linda tarde

  2. Jeanne said,

    Novembro 19, 2009 às 9:28 pm

    >Julimar querida, que texto lindo e inspirador!Fica com Deus, beijos🙂

  3. Novembro 19, 2009 às 9:47 pm

    >Andei mesmo sumida de meu blog. Eu não estava muito inspirada ultimamente para escrever… Mesmo assim tenho acompanhado seu blog. belo texto. Profundíssimo!Abração

  4. Novembro 19, 2009 às 9:48 pm

    >Oi querida tem um sêlinho para vc no blog, bjos e fique com Deus.Adorei o post, parabéns

  5. Novembro 19, 2009 às 10:15 pm

    >Olá Crisé verdade, também adorei este texto e quis compartilha-lo com voces.É muito profundo quando ele diz: Sem Amor nada tem sentido, sem Amor estamos perdidos, sem Amor corremos de novo o risco de estarmos caminhando de costas para a luz.Obrigada pela sua visita.beijosJulimar

  6. Novembro 19, 2009 às 10:17 pm

    >Oi querida JeanneObrigada pela sua visita que a sabedoria dos índios nos tragam inspirações para uma vida mais cheia de amor e felicidade.BeijosJulimar

  7. Novembro 19, 2009 às 10:18 pm

    >Oi querida SarahFico muito feliz de te-la por aqui. Aguardo novas postagens suas.BeijosJulimar

  8. Novembro 19, 2009 às 10:19 pm

    >Oi MaraObrigada pelo carinho.Irei buscá-lo e postarei em breve.BeijosJulimar

  9. Gislene said,

    Novembro 19, 2009 às 10:45 pm

    >QUERIDA JULIMAR,TEM UMA TAREFA E UM SELINHO PRA VOCÊ NO MEU BLOG!ESPERO QUE GOSTE!BEIJOS, ATÉ…

  10. Novembro 19, 2009 às 11:35 pm

    >Oi querida GisleneObrigada, logo estarei postando no meu blogBeijosJulimar

  11. Sylvia said,

    Novembro 20, 2009 às 12:10 am

    >"Sou guerreiro: a minha espada é o amor, o meu escudo é o humor, o meu espaço é a coerência, o meu texto é a liberdade." Brilhante. Uma sabedoria pura.

  12. Novembro 20, 2009 às 12:37 am

    >Oi SylviaLindo, né?Quanta sabedoria!Obrigada pela sua visita, é sempre um carinho te-la aqui no meu cantinhobeijosJulimar

  13. Novembro 20, 2009 às 3:34 am

    >Oi, Julimar! Que bela e profunda a mensagem transmitida em cada palavra de seu texto.Estes incansáveis índios Quéchuas, a quem devemos todo o respeito e admiração, são exemplos vivos de perseverança, determinação, e ousadia, por virem intrepidamente, enfrentando todos os obstáculos, e apesar de tudo, são felizes por serem o que são, ou seja, filhos de Deus.Lindas as fotos.Muitos beijos

  14. angela said,

    Novembro 20, 2009 às 4:03 am

    >É incrível como os sabios falam coisas parecidas.Beijos

  15. Novembro 20, 2009 às 8:58 am

    >Oi ReginaRealmente são povos que devem ser admirados e respeitados pelo grande conhecimento que trazem e hoje vivem em condições de miserabilidade, quando um dia foram povos representativos dentro da cilização do Peru e Bolivia.beijosUm grande abraçoJulimar

  16. Novembro 20, 2009 às 9:00 am

    >AngelaOs sábios falam no seu tempo conforme sua cultura, seu conhecimento diante da vida, E a mensagem é uma só, o verdadeiro Amor entre os irmãos.Um grande beijoJulimar

  17. Novembro 20, 2009 às 11:07 am

    >As tradições ancestrais com sua simplicidade trazem conhecimentos profundos.O Amor é o movimento que modificará a enegia planetário. Tens razão, quem anda sem amor anda de costas para vida.Abraços iluminados.

  18. Novembro 20, 2009 às 11:38 am

    >Oi minha querida amiga NormaQue nós estejamos sempre olhando a luz de frente.Um grande abraçoJulimar

  19. Jorge said,

    Novembro 20, 2009 às 12:33 pm

    >Juli, que beleza de texto.Uma verdade é sempre eterna.Procuramos com frequencia aquilo que justamente não nos faz bem. Afinal. sendo seres racionais, permitimos mais a mente nos dominar esquecendo que para vivenciarmos as coisas da vida, é pelo coração que seguimos.Somos infelizes à medida que nos afastamos do Amor. A nossa caminhada (somos os construtores de nós mesmos) é nossa. Escolher atalhos é sempre uma escolha.Aliás, vivemos de escolhas, mas por sermos ainda impulsivos e inconscientes, escolhemos os atalhos, que afinal, é o caminho mais longo e a porta, larga.E este ensinamento deste povo já é bem antiga e atualíssimo.Mais um ponto prá você, minha doce amiga.Muito bom mesmo, e se permite, estou levando este artigo belíssimo.Um beijo, de luz, em teu coração já iluminado

  20. Novembro 20, 2009 às 1:08 pm

    >Oi querido amigo JorgeSinta-se a vontade. Aquilo que nos toca realmente e nos traz paz, reflexões, deve ser compartilhado com todos, para que possamos através de grande ensinamentos levarmos a sementinha que se não for hoje um dia irá brotar nos corações daqueles que necessitam.fique com DeusMuita luz na sua caminhada e que tenhamos sempre a orientação divina nas nossas escolhasUm grande abraço meu amigoJulimar

  21. Kelly said,

    Novembro 20, 2009 às 1:25 pm

    >Julimar que texto verdadeiro, também vivo esse dilema, mas ao contrário de você, ainda não consegui resolver. Já sei que não posso agradar a todos, mas vivo querendo isso, deixando de viver do meu jeito, fazer como quero, para que os outros se sintam bem. Preciso aprender essa lição. Grande beijo

  22. Novembro 20, 2009 às 1:40 pm

    >Minha querida KellySó tempo pra nos trazer essa paz, de vivermos conforme nossos principios sem atingir aquele que está a nossa volta.Um grande beijojulimar

  23. Helena Rocha said,

    Novembro 20, 2009 às 2:08 pm

    >adoreiiiiiiiii td aki to t seguindu agora mesmu e fiku t esperandu di volta.bjússsLena

  24. Novembro 20, 2009 às 6:01 pm

    >Oi Helenaseja bem vinda querida. Será um prazer ve-la por aqui.beijosJulimar

  25. Unknown man said,

    Novembro 20, 2009 às 8:07 pm

    >JulimarÁs vezes vem a pergunta: será que mudamos porque a vida nos leva a isso ou porque é opção nossa?Nossa riqueza interior é muit grande e valorizamos as pequenas coisas que não tem valor, pois nada ensina. Aliás, ensina, se compreendermos que escolha errada também é aprendizado. Um super abraço, com carinho,

  26. Novembro 20, 2009 às 8:36 pm

    >Julimar, a imagem e o texto celebram a Vida em sua real essência: ser livre para ser aquilo que realmente se é. Post lindíssimo! Grata por toda beleza que seu blog exala e que tanto bem faz ao meu coração! beijos.

  27. Novembro 21, 2009 às 12:47 am

    >Oi querido UmanO tempo nos mostra que nem sempre as nossas escolhas são as mais certas. Embora a desilusão bata a nossa porta, nos serve para nos fortalecer e nos dá entendimento para tomada de novas decisões.Como agradeço a essas pessoas que me deram a oportunidade de reconhecer que estava errada.Obrigada pelo carinho de sempreUm grande abraçoJulimar

  28. Novembro 21, 2009 às 12:49 am

    >Oi querida AdéliaCom o tempo vamos nos tornando nós mesmos. A nossa essencia toma a frente e a consciencia direciona o nosso caminho.Um grande beijo e um final de semana iluminadoJulimar

  29. Helena Rocha said,

    Novembro 21, 2009 às 12:30 pm

    >oieeeeeeeee tdb mt obrg por me seguir di volta.sempre ki puider estarei aki e fiku t esperandu lá tbém, 1m baita bjús e tenha 1m ótimu findi.bjússs milllLena

  30. Novembro 21, 2009 às 1:55 pm

    >Oi LenaVai ser uma alegria ve-la por aquiUm bom fim de semana prá vc tambémbeijosJulimar

  31. Novembro 21, 2009 às 2:59 pm

    >JULIMAR, parabéns pelo seu blog e a temática enfocada!Sabe Julimar, Jean-Paul Sartre sem dizia que o nosso "inferno são os outros".É sempre com as difamações ou ofensas dos outros, que no entanto, nós nos aperfeiçoamos e crescemos, interiormente, neste planêta de sofrimento, desenvolvimento e expiação."Os outros " serão sempre assim, porém a nossa mudança em vê-los e interpretá-los é que irá , mudá-los pelo menos para nós.Lembra-se do famoso dramarturgo NelRodrigues: Ele costumava dizer que " se os fatos não corresponde a minha verdade, então dane-se os fatos".Era a maneira de Nelson,livrar-se ddos outros.Enfim, o tema é vasto!!!É por isto que gosto de escrever sobre humor , e convido você a visitar ,meus blogs, principalmente o HUMOR EM TEXTO e COMO ERA FÁCIL FAZER SEXO.É humor sem pornografia, preconceitos e muito menos palavras chulas, tanto que a maioria das meus comentários são de mulheres.Espero você por lá. Combinando? E não saio mais daqui!Um abração carioca!!!

  32. Unknown man said,

    Novembro 21, 2009 às 4:16 pm

    >Julimar,Espero que não se canse, mas tem mais um selinho prá você!Beijo

  33. Novembro 21, 2009 às 6:09 pm

    >Oi PauloÉ um prazer te-lo como seguidor deste cantinho que aprendi amar e aqui dedico o pouco do tempo que tenho para carregar as minhas energias com textos e artigos que me fazem refletir e enxergar a vida por outro angulo. Sou muito gratra a todos os amigos que conheci nesta bolgosfera que me ajudam a caminhar de uma maneira mais serena e voce é mais um que conquisto.Muito obrigada e fique a vontade.Sarte foi um homem que jamais deixou de fazer de todos os momentos de sua vida uma permanente reflexão sobre os problemas fundamentais da existência humana.Essa postura é interessante para todos nós que busca com os desafios da vida vive-la de forma mais plena.Um grande abraçoJulimar

  34. Novembro 21, 2009 às 6:11 pm

    >Oi querido amigo UmanÉ sempre um carinho receber os selinhos de voces.Mais uma vez obrigada, um grande abraçoJulimar

  35. Novembro 27, 2009 às 4:29 am

    >Julimar, querida, tem um Convite-Desafio bem divertido e interessante aguardando por você. Gostaria muito que participasse, mas fique à vontade se não puder.Muitos beijosRegina Goulart


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: