>Salmo de um cego

>

Senhor,
prostrado por terra,
ergo as minhas mãos para o Céu.

De onde me vem o auxílio?
De onde me vem a paz,
a serenidade, e a vida?

Apenas de Ti,
Senhor.

Cego pela luz do mundo,
avanço aos tropeções,
quero ver,
mas não vejo,
porque não acredito verdadeiramente.

Só Tu,
Senhor,
és a luz que rompe as trevas,
da minha cegueira.

Abre,
Senhor,
os olhos do meu coração,
para que,
acreditando no amor,
Te possa eu ver,
Senhor.

2 comentários

  1. Marlene said,

    Janeiro 26, 2011 às 7:43 pm

    >OLa amiga julimar que postagem linda,gosto muito de visitar teu blog tens mas mensagens muito iluminadas,é o poder de Deus na vida das pessoasas tornando força e luz para nosso espiritocom carinho Marlene

  2. Janeiro 27, 2011 às 12:32 am

    >Querida MarlenaObrigada pelo seu carinho, que a paz do Nosso Senhor Jesus Cristo esteja sempre presente em seu coração.Um grande beijoJulimar


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: