E Deus Criou A Mulher

Com a costela que havia tirado do homem, o Senhor Deus fez uma mulher. Gênesis 2:22

Hoje é um dia comum da semana: terça-feira. Igualzinho a outro de 24 horas. O que torna este dia diferente é quem é o centro das atenções; é a importância da pessoa que todos nós amamos e valorizamos. Avó, mãe, esposa, filha, neta, irmã, todas elas fazem parte dessa teia de carinho familiar.

Nunca é demais repetir que a mulher foi criada para ter uma parte especial nos planos de Deus, logo no início de todas as coisas.

O texto bíblico diz que Deus criou a mulher, e logo depois disso anunciou que o que fizera era “muito bom”. A avaliação do sexto dia começou com um “bom”, caiu para um “não é bom”, e logo a seguir Deus declarou que o que havia criado era “muito bom”.

Se, num ambiente que se chamava paraíso, Deus percebeu que faltava alguma coisa, realmente devia ser muito importante. Esse foi o único dia em que Ele mudou Sua avaliação em relação ao trabalho que tinha feito.

E a razão dessa virada fantástica está na criação da mulher.

Sem Eva, o dia teria terminado com nota baixa. No entanto, depois de ter criado a mulher, a satisfação de Deus chegou ao nível mais alto. Para subir vários pontos num só dia, significa que Eva foi a criatura mais sofisticada que Deus criou, no padrão mais criativo do melhor designer do Universo.

É bom que a mulher continue sendo esse mistério, pois se nós, homens, pretendêssemos entendê-las completamente, possivelmente tentaríamos reinventá-las ao nosso gosto.

Será que a mulher precisa de uma data especial, quando seu dia são todos os dias? É verdade! Elas não têm folga. Todos os dias, todos os feriados, todas as horas, em todos os minutos, lá estão elas. Muitas delas são ao mesmo tempo pais e mães, donas de casa e professoras, profissionais liberais e empresárias, numa demonstração de autoconfiança e independência.

Já pensaram o que seria deste mundo sem a presença feminina?

Seria uma base militar pintada em duas cores.

Não existiriam arranjos florais, nem pequenos laços no penteado das meninas, nem vestidos rodados, nem mesas arrumadas, nem pratos artisticamente preparados e arrumados.

Como expressou um autor desconhecido:

“De onde é que vem essa garra quase felina de lutar pela vida

De defender o que é seu, de espreitar e reagir?

De onde é que vem esse jeito tão puro que a faz intuir, adivinhar,

Abraçar o presente e sonhar com o futuro?”

Seja uma extensão do abraço de Deus para as mulheres neste dia.

Momentos de Graça – José Maria Barbosa Silva

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: